InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
É necessário e obrigatório que todos passem pelo Chapéu Seletor. Sem o qual é Impossivel prosseguir no RPG.
Ministério da Magia abre vagas para Todos os departamentos. Procurar informações em: Cargos - Ministério da Magia
Vagas para Professores, Vide as Diciplinas Vagas e Se Increvam.
Vagas no Profeta Diário. Preencher as vagas, os interessados.

Compartilhe | 
 

 Descrições das Criaturas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rodolpho St. Cloud Tyler
avatar
Ministro da MagiaMinistro da Magia


Mensagens : 211
Nível de Magia : 4288
Galeões : 549
Idade : 35


Perfil Bruxo
Escola: Hogwarts
Casa: Grifinória
Ano Escolar: Concluido

MensagemAssunto: Descrições das Criaturas   4/2/2012, 11:35 am


Criaturas Mágicas


Criaturas mágicas disponíveis para "adoção", respeite as regras e só faça a ficha de acordo com o que for pedido. Deixando claro que animais que somentes os animais mais perigosos terão lugar específico para postar. As regras para adultos não irão se aplicar aos alunos e os lugares específicos de post para alunos não se aplica a adultos por serem mais sensatos em relação aos animais.

Acromântula

Originária das matas fechadas de Bornéu, a Acromântula é um aracnídeo que pode chegar aos 8 metros de altura. A acromântula é uma das poucas criaturas dotadas de fala humana, porém isto não disfarça sua enorme selvageria. Ela possui hábitos carnívoros e prefere presas de médio e grande porte, incluindo o ser humano, as quais mata com a secreção venenosa de suas pinças. A fêmea, maior que o macho, chega a por cem ovos por ninhada. Brancos e macios, possuem um metro de diâmetro, levam de seis a oito semanas para serem chocados e tem sua comercialização proibida.
Reza a lenda que esta espécie foi criada para a proteção particular de propriedades.

- Este animal reside na floresta proibida e a postagem com ele só poderá ocorrer lá.

Amasso

O amasso foi originalmente criado na Grã-Bretanha, embora seja atualmente exportado para todo o mundo. É pequeno felinóide com pêlo pintado ou malhado, grandes orelhas e o rabo igual ao de leão. O amasso é inteligente, independente e, por vezes, agressivo, embora quando se afeiçoa a um bruxo ou bruxa ele se torne um excelente animal de estimação.
O amasso tem uma capacidade excepcional de detectar pessoas suspeitas ou indesejáveis, e seu dono pode confiar que o animal o levará a salvo até a casa se ele se perder. Tem até oito filhotes em uma ninhada e pode cruzar com gatos. É preciso tirar licença para se ter um animal desses (como no caso dos fiuuns e dos crupes), porque eles têm uma aparência diferente o bastante para atrair o interesse dos trouxas.

- Este animal pode ser levado para dentro da escola e dormitório.

Basilisco

Uma criatura das trevas, de poder enorme e criada pelo homem. Esta serpente gigante extremamente venenosa, que chega até 15 m de altura, é verde-escuro com duas longas e venenosas presas e grandes olhos amarelos (veja mais abaixo). Um basilisco pode viver por até 900 anos, dado uma fonte de alimento adequada, apesar de que por comer a maioria de vertebrados (incluindo seres humanos), isto não é difícil de conseguir. O macho é diferenciado da fêmea por uma pluma avermelhada na sua cabeça. A criação de Basiliscos ocorre desde os tempos medievais, porém ela vem caindo desde a proibição de criações experimentais, mas esta lei foi raramente quebrada, mesmo por bruxos das trevas, uma vez que somente um ofidiglotas pode controlar um basilisco.
"De muitas bestas e monstros que vagam pela nossa terra, não há nenhum mais curioso ou mais mortal do que o basilisco, conhecido também como o rei das serpentes. Esta cobra, que pode alcançar um tamanho gigantesco e viver centenas de anos, nasce de um ovo de uma galinha, chocado por uma rã. Seus métodos da matança são os mais assombrosos, pois além de suas presas letais e venenosas, o basilisco tem um olhar mortífero, e todos que são fixados pelos seus olhos sofrem morte instantânea. As aranhas fogem do basilisco, pois é seu inimigo mortal, e o basilisco foge apenas do canto do galo, que lhe é fatal."

-Somente aqueles que já foram ou são da SONSERINA com a habilidade especial de OFIDIOGLOSSIA pode possuir este animal;
- Ele ainda habita os encanamentos da escola, não fazendo mal a nenhum trouxa ou mestiço;
- Pode-se postar com ele somente na CÂMARA SECRETA;
- Posts de outros alunos na Câmara Secreta sem a presença do OFIDIOGLOTA serão desconsideradas, pois somente eles conseguem abrir a câmara;
- O dono pode levar "visitantes" até a criatura, assumindo total responsabilidade pelo aluno e pela criatura, caso ocorra algum ataque o dono do animal será completamente responsabilizado, por isso tome cuidado com quem irá levar.


Bicórnio

O bicórnio, apesar de toda sua beleza e graciosidade, é uma criatura extremamente violenta, com hábitos carnívoros. Esta não é uma espécie muito populosa. Existem histórias terríveis de mortes de seres humanos na idade média envolvendo bicórnios, porém tais histórias, apesar de verossímeis, não são comprovadas.O ser humano está dentre o tamanho ideal das presas do bicórnio que prefere presas de pequeno e médio porte. Porém possui um bom faro contra doenças, machucados e afins, uma vez que só caça presas em sua mais perfeita saúde.
Os chifres do bicórnio são valiosos ingredientes usados em poções, mas são bastante difíceis de conseguir e bastante caros, pois seu comércio é controlado pelo Departamento para a Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas devido a baixa população destes animais.

- Somente ADULTOS podem possuir este animal;
- Deve permanecer em locais fora de alcance de outros seres humanos, pois o mesmo só obedecerá o dono.


Briba

A briba é um lagarto verde-prateado que atinge até vinte e cinco centímetros de comprimento e é encontrado por toda a Grã-Bretanha e a Irlanda. Tem a capacidade de se encolher quando quer e, conseqüentemente, nunca é vista pelos trouxas.
O couro de briba é muito valorizado pelos bruxos para a confecção de carteiras e bolsas, pois a pele escamosa se contrai à aproximação de estranhos, do mesmo modo que fazia seu antigo dono; as bolsas de dinheiro feitas de couro de briba são, portanto, muito difíceis de serem encontradas pelos ladrões.

- Este animal pode ser levado para todos os lugares.

Caranguejo-de-Fogo

Apesar do seu nome, o caranguejo-de-fogo é muito semelhante a uma grande tartaruga com uma carapaça cravejada de pedras preciosas. Em sua terra de origem, as ilhas Fiji, uma faixa do litoral foi transformada em reserva para protegê-lo não apenas dos trouxas, que poderiam ser tentados por sua carapaça valiosa, mas também dos bruxos inescrupulosos que usam as carapaças como caldeirões muito procurados. O caranguejo-de-fogo, no entanto, tem um mecanismo de defesa próprio: expele chamas pelo rabo quando atacado. Ele é exportado como animal de estimação mediante uma licença especial.

- Pode ser levado para todos os lugares;
- NINGUÉM será capaz de retirar as pedras preciosas do animal, nem mesmo o dono;
- O animal atacará os estranhos que tentar retirar suas pedras.


Cavalo Alado

Os cavalos alados existem no mundo inteiro em diferentes raças. Exige-se que o dono de um cavalo alado lance sobre ele, periodicamente, um Feitiço Desilusório.
Existem quatro espécies de cavalos alados, que dificilmente se entrecruzam. São elas:

~ Abraxan
O Abraxan é um palomino gigantesco e extremamente forte. Possui coloração dourada e olhos cor de fogo. Animal dócil, apesar de sua força extra comunal, o abraxan possui hábitos herbívoros e só bebe uísque de malte. O abraxan pode ser encontrado na França e na Bélgica.

~ Etonon
Animal de médio porte, o etonon possui coloração negra acinzentada e possui hábitos herbívoros. O etonon é bastante populoso na Grã-Bretanha e na Irlanda.

~ Granion
Do tamanho de um cavalo normal, o granion possui coloração cinzenta e possui a característica de ser o mais veloz dos cavalos alados. Possui hábitos herbívoros e habita a América do Norte.

~ Testrálio
São completamente descarnados, com o couro negro colado ao esqueleto, no qual cada osso é visível. Suas cabeças se assemelham a de dragões e os olhos, sem pupilas, são brancos e fixos. Da junção das espáduas saem suas asas, imensas e negras. Possuem hábitos carnívoros, mas não caçam para se alimentar, pois só comem carne de animais já mortos. Para isso possuem um olfato bastante apurado, podendo sentir cheiro de sangue a quilômetros de distancia.
Os testrálios só podem ser vistos por pessoas que já viram a morte. Inteligentes e úteis, têm um espantoso senso de direção, servindo de excelente meio de transporte a quem os domesticar.
Um fato curioso é que existem superstições que dizem que ele passa bastante azar a quem o vê e que são assassinos violentos. O fato é que são animais extremamente dóceis, porém ataca mortalmente quem realmente os importunar.

- A postagem poderá ser feita em QUALQUER LUGAR, desde que estaja deserto.

Cavalo-do-Lago

Esse demônio aquático da Grã-Bretanha e da Irlanda pode assumir várias formas, embora na maioria das vezes apareça como um cavalo com crineira de folhas de tabua. Depois de atrair os incautos para montá-lo, ele mergulha direto ao fundo do rio ou lago e devora o cavaleiro deixando suas tripas boiando à superfície. A maneira correta de dominar um cavalo-do-lago é passar as rédeas por cima de sua cabeça com um Feitiço de Colocação que o torne obediente e manso. O maior cavalo-do-lago do mundo encontra-se no lago Ness, Escócia. Assume, de preferência, a forma de uma serpente marinha. Os observadores enviados pela Confederação Internacional de Bruxos perceberam que não estavam lidando com uma serpente verdadeira quando a viram transforma-se em uma lontra à aproximação de uma equipe de investigadores trouxas e, em seguida, voltar à forma anterior quando eles partiram.

- Pode-se postar com esse animal somente no Lago Negro.

Coelho

O coelho é um pequeno animal transformista, assumindo qualquer forma que bem entenda desde que seja um objeto inanimado. Com hábitos herbívoros, o coelho é um animal extremamente profílico. Ele se reproduz com apenas seis meses de vida, tendo de quatro a seis partos por ano e ninhadas de seis a oito filhotes. Em lugares que não possua inimigos naturais, a existência do coelho em liberdade pode tornar-se catastrófica, tornando-se uma praga incontrolável. Curiosamente, apesar de ser um transformista, o coelho mantém durante toda sua vida a sua forma original enquanto vive em liberdade. Porém ao ser domesticado por um bruxo passa a transformar-se constantemente sempre que tem alguma mudança brusca de humor, como alegria excessiva, raiva, ansiedade, entre outras. O mesmo não ocorre quando domesticado por trouxas.

- Este animal pode ser levado para dentro da escola e dormitório.

Crupe

O crupe é originário do sudeste da Inglaterra e é muito parecido com um terrier, exceto pelo rabo bifurcado. É quase certo que seja um cão criado por magia porque é muito leal aos bruxos e feroz com os trouxas. É um grande comedor de refugo, ingere qualquer coisa desde gnomos a pneus velhos. A licença para se Ter um crupe pode ser obtida no Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas após um simples exame para comprovar que o bruxo interessado é capaz de controlar o animal nas áreas habitadas por trouxas. O dono é também obrigado por lei a cortar o rabo dele, com um Feitiço de Corte indolor, entre a Sexta e a oitava semana de vida para que o crupe não chame a atenção dos trouxas.

- Só poderá haver postagem com esse animal em CAMPOS ABERTOS.

Cérbero

O cérbero é um enorme e feroz cão de três cabeças e cauda de dragão, podendo chegar aos cinco metros de comprimento do início maior cabeça à ponta da cauda e três metros de altura. Possui hábitos carnívoros e ataca sem motivos aparentes. Este animal possui a peculiaridade de ser adormecido por melodias. Mais uma curiosidade é que de sua saliva, caída em terra, nasce uma planta venenosa chamada acônito, também conhecida como mata-lobos, que é muito usada em poções.

- Esse animal só poderá ser "adotado" por ADULTOS;
- Ele não é 100% domesticável, por isso deve viver em GRANDES calabouços ou lugares escuros que sejam semelhantes, mas nunca deverá ficar em lugares ao ar livre.


Dragão

O dragão, provavelmente o animal mágico mais famoso do mundo, encontra-se entre os mais difíceis de esconder. A fêmea é em geral maior e mais agressiva do que o macho, embora ninguém deva se aproximar de nenhum dos dois exceto os bruxos com aptidão e treinamento excepcionais. O couro, o sangue, o coração, o fígado e o chifre do dragão têm grandes propriedades mágicas, mas seus ovos são considerados Artigos Não Comerciáveis Classe A. Existem dez espécies de dragão, embora se saiba que elas ocasionalmente se entrecruzam produzindo híbridos raros. Os dragões puros-sangues são os seguintes:

~ Barriga-de-Ferro Ucraniano
A maior raça de dragões conhecida, o barriga-de-ferro pode atingir seis toneladas de peso. Rotundo e mais lento no vôo do que o dente-de-víbora e o chifres-longos, o barriga-de-ferro é, ainda assim, extremamente perigoso, capaz de esmagar habitações sobre as quais aterrissa. Suas escamas são cinza-metálico, os olhos de um vermelho forte e as garras particularmente longas e cruéis. A espécie tem sido objeto de constante observação por parte das autoridades bruxas ucranianas desde que um barriga-de-ferro arrebatou um barco no mar Negro, em 1799.

~ Chifres-Longos Romeno
O chifres-longos tem escamas verde-escuras e longos chifres dourados faiscantes com os quais ele fura sua presa antes de assá-la. Quando moídos, os chifres desse dragão se tornam muito valiosos como ingredientes de poções. O território nativo dos chifres-longos foi recentemente transformado na reserva de dragões mais importante do mundo, onde os bruxos de todas as nacionalidades estudam de perto as raças de dragões. O chifres-longos tem sido objeto de intenso programa de reprodução porque sua população diminuiu tanto nos últimos anos, em grande parte devido ao comércio de seus chifres, que eles se tornaram Artigos Comerciáveis Classe B.

~ Dente-de-Víbora Peruano
É o menor dos dragões conhecidos e o mais veloz em vôo. Com cerca de quatro metros e meio de comprimento apenas, o dente-de-víbora peruano tem escamas lisas e negras e marcas alvas na crista. Os chifres são curtos e as presas particularmente venenosas, soltando um veneno azul escuro, que quando entram em combustão com o fogo que vem de dentro do animal, criam chamas azuis um tanto que negras que podem alcançar mais de dez metros dependendo do querer o dragão. O dente-de-víbora alimenta-se sem hesitar de cabras e vacas assadas ou até cruas, mas gosta tanto de humanos que a Confederação Internacional de Bruxos foi forçada a enviar exterminadores ao Peru, no fim do século XIX, para reduzir a população de dragões que estava crescendo com rapidez assustadora.

~ Dorso-Cristado Norueguês
O dorso-cristado norueguês lembra o rabo-córneo na maioria de suas características, mas ao contrário de cornos no rabo, o dorso-cristado tem cristas bastante salientes e negras por todo o dorso. Excepcionalmente agressivo com os de sua espécie, o dorso-cristado é hoje em dia uma das raças mais raramente criadas. Sabe-se que ataca a maioria dos mamíferos terrestres de grande porte e, o que é incomum para um dragão, também se alimenta de criaturas marinhas. Um relato não confirmado conta que um dorso-cristado capturou um filhote de baleia nas costas da Noruega em 1802. Os ovos deste dragão são pretos e os filhotes desenvolvem a capacidade de expelir labaredas mais cedo do que os de outras raças (entre um e três meses).

~ Focinho-Curto Sueco
O focinho-curto sueco é um belo dragão azul-prateado cuja pele é muito procurada para confecção de luvas e escudos de proteção. As labaredas que saem de suas narinas são azul-brilhante e podem reduzir madeiras e ossos a cinzas em questão de segundos. O focinho-curto é responsável por um número menor de mortes humanas do que a maioria dos dragões, mas como prefere viver em áreas montanhosas despovoadas e selvagens, esse dado pouco significa.

~ Meteoro-Chinês
Também conhecido como dragão leonino, o único dragão oriental tem uma aparência particularmente vistosa. Vermelho, com escamas lisas, ele apresenta uma franja de cristas douradas em volta do focinho arredondado e olhos muito saltados. O meteoro-chinês recebeu este nome por causa das labaredas em forma de cogumelo que saem de suas narinas quando o irritam. Pesa entre duas e quatro toneladas, sendo a fêmeas maior do que o macho. Os olhos são carmim-vivo com pintas douradas, e suas cascas são muito valiosas para a magia chinesa. O meteoro-chinês é agressivo, porém mais tolerante com a própria espécie do que a maioria dos dragões, consentindo por vezes em dividir seu território com outros dois dragões. Banqueteia-se com a maioria dos mamíferos, embora prefira porcos e humanos.

~ Negro das Ilhas Hébridas
Este outro dragão nativo da Grã-Bretanha é mais agressivo do que seu correspondente galês. Exige um território de cento e sessenta quilômetros quadrados por dragão. O negro das ilhas Hébridas alcança nove metros de comprimento, tem escamas ásperas, brilhantes olhos de púrpura e uma carreira de cristas curtas, mas afiadíssimas, ao longo do dorso. Tem asas semelhantes às do morcego, e seu rabo termina em um espigão em forma de flecha. O negro das ilhas Hébridas se alimenta principalmente de veados, embora se saiba que roube cães de grande porte e até reses. O clã de bruxos MacFsty, que há séculos habita as ilhas Hébridas, tradicionalmente tem se encarregado da administração dos dragões dessas ilhas.

~ Olho-de-Opala
O olho-de-opala é nativo da Nova Zelândia, embora se saiba que emigra para Austrália quando há uma redução de território em sua terra natal. Ao contrário de outros dragões, ele habita os vales e não as montanhas. Talvez tipo mais belo de dragão, ele tem porte médio (entre duas e três toneladas), escamas nacaradas e olhos iridescentes sem pupilas, donde o seu nome. Produz uma chama vermelho vivo, embora pelos padrões de comportamento de um dragão ele não seja muito agressivo e raramente mate a não ser que tenha fome. Seu alimento preferido são os carneiros, embora se saiba que também ataca presas maiores. Uma onda de mortes de cangurus em fins de 1970 foi atribuída a um olho-de-opala macho expulso de sua terra natal por uma fêmea dominadora. Seus ovos são cinza-claro e podem ser confundidos com fósseis por trouxas imprudentes.

~ Rabo-Córneo Húngaro
Como fama de ser a mais perigosa das raças de dragão, o rabo-córneo húngaro tem escamas pretas e aparência de lagarto. Seus olhos são amarelos, os chifres cor de bronze tal como os cornos que cobre o seu longo rabo. O alcance (quinze metros) das labaredas do rabo-córneo é um dos maiores que há. Seus ovos são cor de cimento com uma casca particularmente dura; os filhotes quebram as cascas com os rabos cujos cornos já estão bem desenvolvidos quando eles nascem. O rabo-córneo se alimenta de cabras, carneiros e, sempre que possível, de humanos.

~ Verde-Galês Comum
O olho-de-opala é nativo da Nova Zelândia, embora se saiba que emigra para Austrália quando há uma redução de território em sua terra natal. Ao contrário de outros dragões, ele habita os vales e não as montanhas. Talvez tipo mais belo de dragão, ele tem porte médio (entre duas e três toneladas), escamas nacaradas e olhos iridescentes sem pupilas, donde o seu nome. Produz uma chama vermelho vivo, embora pelos padrões de comportamento de um dragão ele não seja muito agressivo e raramente mate a não ser que tenha fome. Seu alimento preferido são os carneiros, embora se saiba que também ataca presas maiores. Uma onda de mortes de cangurus em fins de 1970 foi atribuída a um olho-de-opala macho expulso de sua terra natal por uma fêmea dominadora. Seus ovos são cinza-claro e podem ser confundidos com fósseis por trouxas imprudentes.

- Somente ADULTOS poderão possuir um dragão, tendo que possuir um lugar adequado para para que ele habite.

Esfinge

A esfinge egípcia tem cabeça humana e corpo de leão. Há mais de mil anos ela é usada pelos bruxos e bruxas para guardar tesouros e seus esconderijos secretos. Inteligentíssimo, esse animal te prazer em inventar charadas e quebra-cabeças. Em geral, a esfinge só se torna perigosa quando aquilo que está guardando é ameaçado.

- Esfinges só podem ser utilizadas em RESIDÊNCIAS.

Fênix

A fênix é um pássaro magnífico, de cor vermelha e porte de cisne, com um longo rabo, bico e garras dourados. Faz ninho no cume de montanhas no Egito, Índia e China, e tem uma vida longuíssima porque é capaz de se regenerar, irrompendo em chamas quando seu corpo entra em decadência e ressurgindo das cinzas novamente jovem. É um pássaro manso, a que não atribuem mortes, e se alimenta apenas de ervas. A exemplo do oraqui-oralá e do elfo doméstico, ela pode desaparecer e reaparecer quando quer. Seu canto é mágico: acredita-se que aumenta a coragem dos puros de coração e atemorize os impuros de coração. Suas lágrimas possuem poderosas propriedades curativas.

- Deve ficar alojada nos dormitórios como medida de segurança.

Fiuum

O fiuum é uma ave africana com plumagem extremamente colorida; pode ser laranja, rosa, verde-clara ou amarela. Há muitos anos o fiuum fornece penas para canetas de luxo bem como põe ovos com desenhos em cores vivas. A princípio prazeroso, o canto desta ave acaba levando quem o escuta à loucura, por isso ela é vendida com um Feitiço Silenciador que exige um reforço mensal. Seus donos precisam tirar uma licença para tê-la, pois a ave deve ser cuidada com responsabilidade.

Furanzão

O furanzão é encontrado na Grã-Bretanha, Irlanda e América do Norte. Assemelha-se a um furão de grande porte na maioria das espécies, exceto pelo fato de que é capaz de falar. Uma conversa propriamente dita, porém, ultrapassa a capacidade do furanzão, que tende a se limitar a frases curtas (e, em geral, grosseiras) ditas num fluxo contínuo. Ele vive principalmente sob a terra onde persegue gnomos, mas também se alimenta de toupeiras, ratos e outros roedores.

Grifo

O grifo é originário da Grécia e tem as pernas dianteiras e uma grande cabeça de águia, mas o corpo e as pernas traseiras de leão. Tal como as esfinges, os grifos são com freqüência empregados pelos bruxos para guardar tesouros. E embora ele seja feroz, sabe-se de bruxos que têm feito amizade com esse animal. Os grifos se alimentam de carne crua.

- Pode-se postar com esta criatura em TODOS os locais externos da escola.

Hipogrifo

O hipogrifo é nativo da Europa, embora seja atualmente conhecido no mundo inteiro. Tem a cabeça de uma enorme águia e o corpo de cavalo. Pode ser domesticado, embora isso só deva ser tentado por peritos. Deve-se manter contato visual ao se avizinhar de um hipogrifo. Fazer uma reverência demonstra boas intenções. Se o hipogrifo retribuir a reverência, será seguro se aproximar. O hipogrifo escava o chão à procura de insetos, mas como igualmente aves e pequenos mamíferos. Em época de acasalamento, esse animal constrói um ninho no chão e ali deposita um único ovo, grande e frágil, que choca em vinte e quatro horas. O filhote de hipogrifo estará pronto para voar uma semana depois, embora ande vá levar meses para poder acompanhar seus pais em viagens mais longas.

- Pode-se postar com esta criatura em TODOS os locais externos da escola.

Mini-Pufe
Pufosos em miniatura, parecendo bolas redondas e felpudas em tons de rosa e de roxo, que às vezes giram emitindo gritos agudos. É uma raça criada pelos bruxos.

Naja

Naja é um género de serpentes da família Roumainy, natural do Sul da Ásia e da África. São conhecidas pelos nomes populares de (Roumainy) ou naja. São animais peçonhentos, agressivos e bastante perigosos. Algumas espécies têm a capacidade de elevar grande parte do corpo e/ou de cuspir o veneno para se defender de predadores a distâncias de até dois metros. Outras espécies, como por exemplo a Naja tripudians, dilatam o pescoço quando o animal é enraivecido. A artimanha serve para "aumentar" seu tamanho aparente e assustar um possível predador. Atrás da cabeça, a naja também pode possuir um círculo branco parecido com um olho, também eficaz em amedrontar agressores que a confundam com um animal maior e mais perigoso.
As najas são os animais tipicamente utilizados pelos célebres encantadores de cobras da Índia; no entanto elas apenas acompanham o movimentos da flauta, já que cobras não possuem audição.

- Somente um OFIDIOGLOTA e SONSERINO pode possuir este animal;
- O aluno que possuir este animal tem TOTAL controle sobre ele;
- Pode ser levado para os dormitórios desde que esteja preso para não causar danos.


Nundu

Esse animal da África Oriental é indiscutivelmente o mais perigoso do mundo. Um enorme leopardo que se desloca em silêncio, apesar de seu tamanho, e cujo hálito causa uma doença capaz de eliminar um povoado inteiro, o nundu nunca foi subjugado por menos de cem bruxos qualificados juntos.

- Somente o DONO pode controlá-lo, mesmo que não seja 100%;
- Pode ser animal de estimação somente de ADULTOS.


Pufoso

O pufoso é encontrado no mundo inteiro. De forma esférica, coberto de pêlos macios cor de amarelo, é uma criatura dócil que não se importa de ser afagado ou atirado para todo lado. É fácil de cuidar e emite um zumbido surdo quando está satisfeito. A intervalos, ele estica para fora uma língua longa, fina e rosada que serpeia pela casa em busca de comida. O pufoso come qualquer coisa desde sobras de comida até aranhas, mas revela preferência especial por enfiar a língua no nariz dos bruxos adormecidos e comer as melecas que encontra. Essa tendência tornou-o muito querido pelas crianças bruxas há várias gerações, e ele continua sendo um bichinho de estimação muito popular.

Sinistro

O sinistro é um enorme cachorro negro, de aspecto feroz. É um animal extremamente raro. Somando-se estes fatos à sua aparência, existem superstições que dizem que uma pessoa que avista um sinistro vem a morrer. Apesar da grande força desta superstição, ela nunca foi comprovada e nem mesmo existem registros de pessoas que tenham sido feridas ou atacadas por sinistros.

- Só poderá haver postagem com essa criatura em lugares privados, pois são motivo de superstição.

Unicórnio

O unicórnio é um belo animal encontrado nas florestas do norte europeu. Quando adulto é um cavalo branco-puro, dotado de um chifre, embora seus potrinhos nasçam dourados e se tornem prateados antes de atingir a maturidade. O chifre (também conhecido por “alicorne”), o sangue e o pêlo do unicórnio têm propriedades excepcionalmente mágicas. Em geral ele evita contatos com humanos, deixa mais facilmente uma bruxa do que um bruxo se aproximar dele e tem patas tão ágeis que torna difícil sua captura.

- A postagem com esta criatura deve ser feita somente na Floresta Proibida.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

Descrições das Criaturas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» • {Mansão} ▬ Descrição da Mansão
» Ficha de Neuer
» Yggdrasil - O Retorno de Nidrago
» Treinamento de Cavaleiros Alados
» ☠ Poderes & Habilidades dos filhos de Thanatos ☠ (Atualizadas 15/01/13)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: • Nível 11 :: Registro de Criaturas Mágicas-